segunda-feira, 7 de janeiro de 2008

POESIA.


O QUE É A POESIA?

Não há definição objectiva dela, mas a poesia é, talvez, a expressão de sentimentos, emocões e sentidos do poeta em relação àquilo que o rodeia ou pelo que toma como tema, revelada numa forma escrita, cuja sonoridade e estrutura, muitas vezes se assemelha a um cântico, a um apelo, etc.

Analisando-a no plano fónico, a poesia não é uma linguagem comum que serve somente para significar. Consegue criar um conjunto de sons agradáveis e melodiosos através da rima, do ritmo e de várias figuras de estilo como a repetição que é frequentemente utilizada

A poesia consegue tornar visível algo abstracto como os sentimentos, em realidades quase palpáveis.

Uma das formas mais representativas da poesia é o lirismo que não é mais do que a expressão do "eu".

Aliás, como o são os sentimentos, a poesia não é regida por um modelo generalizado: cada poeta tem a sua forma, o seu estilo, o seu método de escrever...

O poeta poderá também apresentar como tema aquilo que o rodeia. Interioriza o que lhe é externo e trata-o de uma forma sentida, expondo o resultado, de um modo geral, completamente transformado, à sua maneira: revela um mundo criado por si a partir de um mundo que lhe passa ao lado.

Agrada-me esta última definição e é com ela que vou conviver.

Poesia para mim,

será um modo de expressar sentimentos e emoções do seu mundo, com o auxilio de palavras dinâmicas, que, possuindo força própria, vão dar à frase (verso) a vida que um livro por vezes poderia não dar..

Para mim, poesia é dizer mais com menos palavras, melódica e esteticamente.

São características da poesia a rima, o modelo de apresentar os versos, a suavidade da mensagem, a musicalidade, sentimentos e emoções.

Poesia são palavras tratadas de forma sentida com harmonia e beleza...

Nunca a métrica. Número de sílabas?... o que é isso....


João Brito Sousa

Sem comentários:

Publicar um comentário