segunda-feira, 17 de setembro de 2007

POESIA; UM BREVE ESTUDO.


UM OBRIGADO A

HTTP://OSLIVROS.BLOGS.SAPO.PT


Aconselho vivamente uma passagem pelo blog oslivros.blogs.sapo.pt pois foi de lá que retirei este comentário de “o crítico”, acerca de um soneto que eu fiz e que está por lá, nos comentários ao post “De leitor a escritor...”

A seguir se transcreve o comentário:

De O Crítico a 15 de Setembro de 2007 às 17:21


Quando li o soneto fiquei admiradíssimo e muito contente por ter empregado o seu tempo na sua criação. Eu sou um leigo neste mundo, e como tal as minhas apreciações são meramente pessoais, mas se quer que lhe diga adorei a ideia, como já disse, e vejo que tem bastante jeito para a poesia! Os meus sinceros parabéns!

Vá passando por aqui.

Até Breve!

O soneto era assim:

OS LIVROS...

Gostei muito de visitar o seu espaço...
Porque fala de leituras e de escritores.
Ler e escrever é o que todo o dia faço
E é com prazer que visito os senhores.

Para lhes dizer que gostei de entender...
Que um livro para vós é importante!
E ainda porque fiquei também a saber
Que quem vos visita e lê é visitante...

E já agora que os considero simpáticos
E escolhem tão bem os assuntos temáticos
Fico visitante e gostava de perguntar?..

Se eu enviar trabalhos em verso ou prosa
Coisa da minha lavra .. coisa toda nova
Os senhores importar-se-ão de publicar?...

João Brito Sousa
http://bracosaoalto.blogspot..com/


O meu problema aqui é saber se é poesia o que faço...


Dizem os entendidos...que,

“.... se o autor o escreveu preocupado apenas com o significado – tendo apenas a sintaxe como guia – não é poesia!

Se alguém tem essa ideia de que o que realmente importa na poesia é o significado e de que o resto – o ritmo, a métrica, a rima – são detalhes, esta pessoa provavelmente teve pouco contacto com poesia encarando-a como se ela fosse uma espécie rebuscada ou enfeitada de prosa.

"A poesia é a arte de comunicar a emoção humana pelo verbo musical", diz René Waltz.
"A poesia é a expressão natural dos mais violentos modos de emoção pessoal", diz J. Middleton Murry.

"A poesia é o "extravasar espontâneo de poderosos sentimentos", diz William Wordsworth,
A Poesia é uma das sete artes tradicionais, através da qual a linguagem humana é utilizada com fins estéticos. O sentido da mensagem poética também pode ser importante (principalmente se o poema for em louvor de algo ou alguém, ou o contrário: também existe poesia satírica), ainda que seja a forma estética a definir um texto como poético.


Parto do princípio que poesia não é matéria resultante da arte ou ofício de se fazer, como se faz um bolo, uma parede ou uma estrada.


A rigor, entendo que ninguém inventa poesia...

O que é a poesia?

Não há definição objectiva dela, mas a poesia é, talvez, a expressão de sentimentos, emocões e sentidos do poeta em relação àquilo que o rodeia ou pelo que toma como tema, revelada numa forma escrita, cuja sonoridade e estrutura, muitas vezes se assemelha a um cântico, a um apelo, etc.


Analisando-a no plano fónico, a poesia não é uma linguagem comum que serve somente para significar. Consegue criar um conjunto de sons agradáveis e melodiosos através da rima, do ritmo e de várias figuras de estilo como a repetição que é frequentemente utilizada


A poesia consegue tornar visível algo abstracto como os sentimentos, em realidades quase palpáveis.

Uma das formas mais representativas da poesia é o lirismo que não é mais do que a expressão do "eu".

Aliás, como o são os sentimentos, a poesia não é regida por um modelo generalizado: cada poeta tem a sua forma, o seu estilo, o seu método de escrever...

O poeta poderá também apresentar como tema aquilo que o rodeia. Interioriza o que lhe é externo e trata-o de uma forma sentida, expondo o resultado, de um modo geral, completamente transformado, à sua maneira: revela um mundo criado por si a partir de um mundo que lhe passa ao lado.


Agrada-me esta última definição e é com ela que vou conviver.

Poesia para mim,

será um modo de expressar sentimentos e emoções do seu mundo, com o auxilio de palavras dinâmicas, que, possuindo força própria, vão dar à frase (verso) a vida que um livro por vezes poderia não dar..

Para mim, poesia é dizer mais com menos palavras, melódica e esteticamente.

São características da poesia a rima, o modelo de apresentar os versos, a suavidade da mensagem, a musicalidade, sentimentos e emoções.

Poesia são palavras tratadas de forma sentida com harmonia e beleza...

Nunca a métrica. Número de sílabas?... o que é isso....

POESIA É... SENTIR


Ontem...passaste à tardinha pelo meu quintal...
E fizeste que ela se tornasse mais emocionante..
Porque senti que o meu coração te quer... afinal
E és o que na minha vida há de mais importante!..

Porque tu agora fazes parte de mim e do meu ser,
O meu coração sente isso... não me vai enganar!...
Verdade é que só com amor o homem pode viver
E só com sentimentos e emoções se pode amar...

A vida é amor... vive-se com amor...e por amor...
Seguindo esse caminho vamos bem sim senhor....
Por isso, encaremos a vida com optimismo e a sorrir

A vida é tudo o que quisermos que ela deva ser
É como um poema que para o ser deverá conter
Sentimentos expressos porque... poesia é sentir..

João Brito Sousa

Sem comentários:

Publicar um comentário