quarta-feira, 29 de agosto de 2007

IR A RIBEIRA DE PENA PELOS PASSOS DE CAMILO


Os locais ligados à passagem de Camilo Castelo Branco por Ribeira de Pena, como a casa onde viveu ou a igreja onde casou, servem de guia aos turistas, através de um roteiro preparado pela autarquia local.

Para isso, coube à Câmara de Ribeira de Pena formar seis técnicos para acompanharem os turistas que pretendam percorrer o circuito turístico-cultural sobre a passagem do autor de "Amor de Perdição" pelo concelho.

O autor do roteiro, Francisco Botelho, disse à Agência Lusa que, embora a maioria dos visitantes seja do universo escolar, a autarquia quer atrair mais turistas ao concelho.

Camilo Castelo Branco nasceu em Lisboa a 16 de Março de 1825 e ficou conhecido por cerca de uma centena de obras que escreveu e pelos romances agitados, acabando por se suicidar na sua, casa em São Miguel de Ceide, a 1 de Junho de 1890.

Apesar da passagem de Camilo Castelo Branco por Ribeira de Pena ter sido curta, a verdade é que, segundo o responsável, aquele concelho marca "definitivamente" a sua obra. Francisco Botelho salientou que a novela "Maria Moisés", por exemplo, é toda ela passada em Ribeira de Pena, acreditando-se que o "Lobisomem" retrata o seu namoro com Joaquina, uma mulher da localidade de Friúme com quem casou aos 16 anos e teve uma filha.

O autor do roteiro diz que o Roteiro Camiliano pretende "essencialmente divulgar o património de Ribeira de Pena".

O roteiro inclui seis locais de Ribeira de Pena ligados ao escritor, como a casa onde viveu em Friúme; a Igreja do Salvador onde casou aos 16 anos, e onde terão sido afixados alguns dos seus versos; a Capela de Nossa Senhora da Guia, a Capela da Granja velha e a Ponte de Arame.

(texto retirado do JN/PORTO)

João Brito Sousa

Sem comentários:

Publicar um comentário