quarta-feira, 22 de agosto de 2007

"CARRETILHAS"



CARRETILHA (do Dicionáio, consulta 1) - pequeno instrumento com roda dentada que, ao girar, corta ou pontilha a massa de pastéis, bolos, biscoitos etc... é também utilizado em trabalhos de costura para marcar fazendas. ; espécie de broca utilizada por ferreiros.; depressão circular que envolve, pelo meio, os casulos finos e ovais da seda... (nada de fogo)

CARRETILHA (consulta 2) - Peça de fogo de artifício, espécie de busca pés...
Ao LUÍS CUNHA,


A propósito do teu texto colocado no blog ”A DEFESA DE FARO” com o título “CARRETILHAS” , termo que não conhecia e até fui ver aos dicionários, direi que efectivamente só conheci dessas brincadeiras, talvez estúpidas, as bechininas e as bombas, que eram bastante perigosas, pois houve muita rapaziada que ficou com os dedos das mão em muito mau estado, por falta de habilidade no manejo das ditas.

Aconteceu-me isso a mim, dei mecha na bomba larguei-a antes de tempo, joguei-a para fogueira, a bomba não rebentou.... fui buscá-la de novo e ela... pum... mas ainda consegui largá-la a tempo.

Bombas e bechininas de S. João nunca mais... jurei a mim mesmo.


CARRETILHAS, BOMBAS E BECHININAS


Essa coisa da “carretilha” ou pistolas de fogo
Que expeliam jactos faiscantes que desenhavam
Caprichosas figuras luminosas nesse jogo
Jogado entre os carretilheiros que as largavam

Confesso não saber o que são nem as conhecer,
Só conheci as becheninas e as bombas de S. João.
Que largávamos à fogueira e desatavam a correr
E as bombas largavamo-las antes de rebentar na mão.

És tu Luís que dizes que as ditas eram empunhadas
Por manipuladores que as jogavam naquelas noitadas
Onde desenhavam caprichosas figuras luminosas...

E dizes ainda que no barrocal algarvio havia
Combates de carretilhas até quase ao romper do dia
O que tornava aquelas noites mais saborosas.

João Brito Sousa

Sem comentários:

Publicar um comentário