quinta-feira, 23 de agosto de 2007

A FRASE DE HOJE

(Cervantes)


"NÃO DESEJES E SERÁS O HOMEM MAIS RICO DO MUNDO..."
CERVANTES, MIGUEL

QUEM É CERVANTES?

Miguel de Cervantes e Saavedra (Alcalá de Henares, 29 de Setembro de 1547 - Madrid, 23 de Abril de 1616), Romancista, dramaturgo e poeta espanhol.
A mais importante obra em castelhano é Don Quixote de La Mancha.
BIOGRAFIA
Filho de um cirurgião cujo nome era Rodrigo e de Leonor de Cortinas. Em 1569 foge para Itália depois de um confuso incidente (feriu em duelo Antonio Sigura), tendo publicado já quatro poesias de valor. Sua participação na batalha de Lepanto, no ano 1571, deixa-lhe inutilizada a mão esquerda que lhe vale o apelido de o manco de Lepanto.
Em 1575, durante seu regresso de Nápoles a Espanha é apresado por corsários argelinos, então parte do Império Otomano.
Permanece em Argel até 1580, ano em que é liberado depois de pagar seu resgate.
De volta a Espanha se casa com Catalina de Salazar em 1584, vivendo algum tempo em Esquivias, povoado de La Mancha de onde era sua esposa, e se dedica ao teatro. Publica em 1585 A Galatea o seu primeiro livro de ficção, no novo estilo elegante da novela pastoral. Com a ajuda de um pequeno círculo de amigos, que incluía Luis Gálvez de Montalvo, o livro deu a conhecer Cervantes a um público sofisticado.
A partir de sviaja pela Andaluzia como comissário de provisões da Invencível Armada, estabelecendo-se em Sevilha. Posteriormente trabalha como cobrador de impostos. Encarcerado em 1597 depois da quebra do banco onde depositava a arrecadação, "engendra" Don Quixote de La Mancha, segundo o prólogo a esta obra, sem que se saiba se este termo quer dizer que começou a escrevê-lo na prisão, ou simplesmente que se lhe ocorreu a idéia ou o plano geral ali.
O MEU COMENTÁRIO
Não desejar é fundamental para que se ganhe o sentido do equilíbrio.
Querer muito é ambição. Se se for ambicioso é impossível sermos ricos nos termos da frase. Porque a ambição é uma atitude que não os é agradáve
Um homem ambicioso não pode ser solidário e não o sendo não pode sentir-se realizado.
João Brito Sousa

Sem comentários:

Publicar um comentário