segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

IMPRENSA/ JN


LORI SANDRI FALA VERDADE; JESUALDO PARECE-ME QUE NÃO

1 – FCPORTO 0 / MARÍTIMO 0

NÃO ESTOU DE ACORDO COM JESUALDO QUE CONTINUA ARROGANTE E O FUTEBOL É HUMILDADE.

Jesualdo Ferreira estava desiludido com o nulo, que interrompeu o ciclo vitorioso dos dragões e impediu o acesso à liderança. Para si, o pecado esteve na finalização. Lori Sandri ficou satisfeito com a resposta dada pela equipa.

"Faltaram os golos!" Assim começou por explicar Jesualdo Ferreira o nulo frente ao Marítimo, no Dragão. "Tivemos ocasiões mais que suficientes para marcar pelo menos um golo. Possivelmente, um golo teria dado um cariz diferente ao jogo. Acho que ficamos a dever a nós este empate. Não conseguimos materializar em golos as inúmeras ocasiões que tivemos", reforçou.

E O MARÍTIMO ?

Jesualdo alertara para a qualidade do Marítimo, que voltou a merecer referência positiva. "O Marítimo defende bem. Tem jogadores muito altos, que cobrem bem a zona central da defesa. É uma equipa que, com três centrais, dois laterais e com mais três médios, faz repousar no meio-campo o jogo ofensivo, que hoje não teve grande significado, embora tivesse três ou quatro situações perigosas", disse.

O técnico portista não escondia a desilusão pelo empate. "Estamos tristes. Interrompemos uma série de vitórias, que estávamos a construir com muito esforço", afirmou, adiantando: "Em questões de empenhamento, penso que não temos nada a apontar à equipa. Os jogadores correram e trabalharam muito".

Jesualdo reconheceu que a equipa revelou alguma ansiedade com o aproximar do fim do jogo. "A parte final foi demasiado ansiosa, mas é verdade que também não tivemos um bocado de felicidade para poder concretizar em golos as oportunidades criadas", disse, frisando: "Tivemos um volume ofensivo muito grande. Tivemos muitas ocasiões de golo. Fizemos muitos remates e uma pressão muito grande. Mas não conseguimos fazer golo. Não ganhamos porque não fizemos um golo".

LORI SANDRI, disse:


Do lado do Marítimo, Lori Sandri estava satisfeito Tivemos as melhores oportunidades para definir o jogo, com duas bolas nos postes", salientou.

MEU COMENTÁRIO

Parece-me que o senhor Jesualdo Ferreira não diz a verdade, porque o que aconteceu em campo é dito por LORI SANDRI. Marítimo teve duas bolas na trave, que o senhor Jesualdo não viu. Em minha opinião não devia estar no futebol....

2 - CJ INDEFERE QUEIXA do F. C. Porto e do Boavista

O Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol decidiu, na sua reunião de quinta-feira,

indeferir os pedidos de F. C. Porto e Boavista em relação à abertura do processo que levou ao castigo do presidente portista, Pinto da Costa, e ao clube do Bessa, sentença do anterior CJ.

MEU COMENTÁRIO

Penso que se fez justiça.


JBS

Sem comentários:

Publicar um comentário