quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

DO BLOGUE A TERTÚLIA BENFIQUISTA

OPINIÃO

A propósito do que um croniqueiro escreveu ontem.

E eis que, para finalizar o ano, «leio num asno»1 que a maior fraude a que o dito assistiu nas últimas décadas foi o mais recente campeonato ganho pelo Benfica. O referido que proferiu tal pilhéria chama-se Miguel Sousa Tavares.

(retirado do blogue A TERTÚLIA BENFIQUISTA .


MEU COMENTÁRIO


Acredito sinceramente que MST tenha dito isso, porque a minha opinião acerca dele, é

que é um bom escritor e bom jornalista político, mas mau jornalista desportivo (não se pode ser bom em tudo ... se bem que MST devesse ser um bocadinho melhor. Tinha a obrigação disso, pelo menos... )

O mal da questão, não é MST dizer o que diz (o disparate é livre disse o Engº Lopes Cardoso, em Évora), o mal da questão é virem mais, dizer as mesmas coisas que MST , emitirem ideias sem sentido, sem verdade, como é o caso dos Magalhães, Álvaro e Júlio, do Jorge Olímpio Bento e do, parece-me João Bonzinho.
E não há razão nenhuma para a cidade do Porto ser assim, tão menor, como resulta do que dizem MST, ÁLVARO e JÚLIO e muitos, muitos mais.porque a cidade do Porto tem muitos e bons investigadores. jovens até, mas que não se pronunciam... por medo, vergonha.... não se sabe ...
Uma fonte que aconselho é o Reitor da Universidade do Porto, JOSÉ MARQUES DOS SANTOS ,
nascido em Bolama, Guiné-Bissau a 31 de Janeiro de 1947, licenciado em Engenharia Electrotécnica pela Universidade do Porto em 1971, doutado pela Universidade de Manchester (Reino Unido) em 1977. é professor catedrático da Faculdade de Engenharia desde 1989, tendo assumido a direcção da faculdade durante 11 anos consecutivos, entre 1990 e 2001. No ano seguinte assumiu uma das vice-reitorias da Universidade do Porto, tendo seu cargo a instalação e presidência do IRIC - Instituto de Recursos e Iniciativas Comuns.
E porquê este homem ?
Porque é ele que diz: Temos de ser nós próprios a resolver os problemas e não apontar os outros como causas. Temos de deixar este discurso de lamúria e ser mais positivos.Os políticos também saem e esquecem a região?Se calhar, também. Políticos, banqueiros, industriais e artistas... Todos desaparecem.
A cidade do Porto, neste momento, é uma cidade com lacunas, talvez ciumenta, ond eos que aqui nasceram vão-se embora. Quer-se um quadro superior não há, diz o Senhor Reitor.
E o que é que oPorto fez ?
Atirou-se ao futebol, constando, segundo me parece, ser de entre todos o maior prevericador, de tal modo que o Presidente foi castigado em dois anos e o Presidente da UEFA, Platini, alcunhou o clube de batoteiros.
Desvendar isto, sim, era um bom trabalho para o MST. Lanço-lhe o desafio...
E se MST não fizer faço eu. Não duvidem...
Texto de
JOÃO BRITO SOUSA

Sem comentários:

Publicar um comentário