domingo, 19 de dezembro de 2010

PALAVRAS DO ANDRÉ

Diz o cavalheiro,

"Não andamos distraídos com compras de Natal”

Desde que chegou ao FCPorto, o senhor André Villas Boas tem passado o seu tempo a dizer coisas que eu, pessoalmente, não percebo lá muito bem.

E gostava de perceber.

Será que é preciso ver como foi esse penalty aos 90 minutos?

Era bom que este senhor conhecesse o historial do clube que representa. Creio que o futebol é a área profissional do senhor. Não a respeitando não se respeita a si próprio.

Senhor André, tenha calma.

E BOM NATAL para si.

JBS


obs- Fui ver a história do penalty, que não era preciso, porque já se sabe como é:


No jornal "A BOLA"

"Em cima da hora,

um erro de Artur Soares Dias valeu o segundo golo ao FC Porto.

O árbitro de Braga assinalou grande penalidade a favor do FC Porto por pretensa mão de David Simão – o pacense cortou a bola com o pé, que levantou bastante – e Hulk fez o 2-0.

NO JORNAL "O JOGO"


"Já se jogava para lá dos 90’, quando é marcada uma falta dentro da grande área pacense. Artur Soares Dias entende que David Simão corta a bola com o braço, após livre apontado por Guarín.

As imagens não são esclarecedoras, ficando, no entanto, a impressão que o jogador do Paços efectua o corte com o pé.

Minutos depois, Walter aproveita um erro da defesa adversária e fecha as contas do jogo, confirmando a invencibilidade dos homens do norte.

A baixar de rendimento a olhos vistos, a verdade é que o FC Porto vai somando pontos. Por vezes com alguma sorte à mistura, a formação nortenha não complica e continua a mostrar níveis de eficácia avassaladores.

O Paços de Ferreira só se pode queixar dele próprio. Demasiadas oportunidades falhadas na segunda parte, quando a vantagem entre as duas equipas era de apenas um golo, acabaram por ditar a derrota. E quem não marca, sofre.

O senhor AVB comentou isto ? Se não, devia.

Sem comentários:

Publicar um comentário